Coral Ideias do Levante




O Coral Ideias do Levante foi fundado em 1996, passando a apresentar-se como um dos pólos da Ideias do Levante - Associação Cultural de Lagoa. Inicialmente com regência do maestro Ricardo Carvalho, é em Janeiro de 1998, sob a direcção artística do prof. José Carlos Bago d’Uva que o grupo passa a trabalhar com base numa renovada concepção de "pedagogia do canto coral". O Coral teve como maestros assistentes, Francisco Brazão (durante 2003) e Maria Saramago (durante 2012). O Coral teve ainda o privilégio de ser acompanhado, ao piano, por Rute Simões, Lutz Kettnaker, Silvia Smeman, e Alany Steiner. Actuou já em diversos pontos da Península Ibérica e organiza vários eventos ao longo do ano, destacando-se a SEMANA CORAL DE LAGOA, iniciativa que cobre as freguesias do Concelho com concertos de música coral, contando com a participação de coros da região, do resto do país e do estrangeiro. O Coral Ideias do Levante tem como objectivo a progressão gradual quer técnica como artística do grupo, e paralela promoção cultural do Concelho de Lagoa e da Região através da música coral polifónica. Interpreta um repertório bastante ecléctico como meio de intervenção pedagógica e de formação de público. A intensa dinamização cultural desenvolvida pelo Coral Ideias do Levante, deve-se em grande medida ao apoio do Município de Lagoa (Algarve). O Coral Ideias do Levante é, desde Novembro de 2003, dirigido pelo director artístico, Prof. Francisco Brazão, estando a ser substituído pela maestrina Vera Batista, durante o ano de 2016. O Coral ensaia todas as Quartas, das 20h00 às 22h00, na Sala 10, no complexo do CEFLA - Centro de Estudos e Formação de Lagoa (Lagoa). Na XVIII Edição da Semana Coral, o Coral Ideias do Levante voltará a ter o privilégio de ser acompanhado ao piano por Cristiana Silva.


Maestrina Vera Batista

Obteve Mestrado em Direcção Coral no Instituto Piaget de Almada e  Licenciatura em Música área específica de Piano na Universidade de Évora. Frequentou masterclass de Piano com Álvaro Teixeira Lopes, cursos e seminários de Direcção com Paulo Lourenço, António Vassalo Lourenço, Teresita Gutierrez, Cara Tasher, Jean Sebastiaen Béreau, Paul Caldwell, Eugene Rodgers e Stephen Coker, aulas de canto e cursos de técnica vocal com Rute Dutra, Sandra Medeiros, Liliane Bizinechi, Ghislaine Morgan e João Lourenço. Exerceu actividade pedagógica na Escola de Música de Lagos e na Academia Eborense. Actualmente exerce nas várias escolas da Associação Academia de Música de Lagos. É maestrina do Coro Infanto-Juvenil de Lagos, do Grupo Coral de Lagos, do Grupo Coral da Sociedade Filarmónica Silvense e do Coral Ideias do Levante. É membro fundador, pianista e maestrina assistente do Ensemble Contemporaneus, trabalhando com os maestros convidados Pedro Amaral, Christopher Bochmann, João Paulo Santos, Roberto Perez e Paulo Lourenço. Como maestrina convidada do Ensemble Contemporaneus estreou as obras Rainha das Neves de Rogério Medeiros e A Mãe que Chovia de Pedro Louzeiro e dirigiu as óperas Così fan tutte de W. A. Mozart e Rita de G. Donizetti. 


Diretor:
Francisco Brazão

Natural de Faro, Francisco Brazão é licenciado em ensino de Educação Musical. Estudou canto com Birgit Wegemann e com João Lourenço. Frequentou masterclasses com Armando Possante, Claire Vangelisti, Enza Ferrari, Guillemette Laurens e Isabel Alcobia. Obteve o grau de Mestre em Música-variante Canto na ESART na classe da Professora Ana Ester Neves. Estuda regularmente com Paulo Ferreira. Tem realizado recitais em Portugal e no estrangeiro interpretando diversos lieder, mélodie, árias e duetos de algumas óperas, acompanhado ao piano por André Piolanti, Elena Tsouranova, Jeferson de Mello, Jill Lawson, Joseph Fleetwood e Francisco Sassetti. Apresentou-se em ópera e em concerto em diversas cidades do país sob direcção de maestros como Gonçalo Lourenço, João Paulo Santos, José Carlos Oliveira e Ricardo Carvalho. Interpretou o papel de Aeneas na ópera Dido and Aeneas de Henry Purcell, de Ariodate na ópera Xerxes de Händel, de D. Parmenione em L’occasione fa il ladro de Rossini e de Graf Danilo em Lustige Witwe de Franz Lehar. Interpretou ainda o papel de ‘Deputati’ na ópera Don Carlo de Giuseppe Verdi no Teatro Nacional de São Carlos, sob direcção do Maestro Martin André. Estudou direcção com os maestros Artur Pinho, Cara Tasher, Gonçalo Lourenço, José Filipe Guerreiro e Paulo Lourenço. Dirige o Coral "Ideias do Levante" desde 2003 e o Coro Internacional de Aljezur desde 2010. Lecciona Coro e Técnica Vocal no Curso de Formação Musical no INUAF, em Loulé e é professor de Voz no Curso Profissional de Artes do Espectáculo – Interpretação, na Escola Secundária Pinheiro e Rosa, em Faro


14 de Maio de 2017, 16h30
Convento S. José, Lagoa
Concerto em conjunto com "The N10 Choir"

Yamukela – Tradicional africana
Jambo – Arr. Stephen Coker
Cantigas de Maio – Zeca Afonso /Arr. Eurico Carrapatoso
Tristeza – Haroldo Lobo/Niltinho/ Arr. William Belan
Dulce embeleso – Miguel Matamoros/Arr. Electo Silva
To be or not to be – Arr. Erling Kullberg
It had to be you* - Isham Jones
Shenandoah* – Arr. Paul Basler
Festival Sanctus* - John Leavitt
(*) Piano: Cristiana Silva 


18 de Maio de 2017, 21h30
Igreja Matriz de Ferragudo
Concerto em conjunto com o Grupo Coral da Soc. Filarm. Silvense

Jambo – Arr. Stephen Coker
Cantigas de Maio – Zeca Afonso /Arr. Eurico Carrapatoso
Tristeza – Haroldo Lobo/Niltinho/ Arr. William Belan
To be or not to be – Arr. Erling Kullberg
Lua – Eurico Carrapatoso
Shenandoah* – Arr. Paul Basler
It had to be you* - Isham Jones
A clare benediction* – John Rutter
I will sing with the spirit* – John Rutter
Festival Sanctus* - John Leavitt
(*) Piano: Cristiana Silva


Contactos:
www.ideiasdolevante.net 
www.fb.com/ideiasdolevante.net